Categorias
Espiritualidade

Prece dos filhos / children’s prayer

Senhor, que criastes as leis que nos regem e o mundo que nos acolhe; que nos destes a glória solar por luz de vossa onipresença e o manto estrelado que resplende nos céus por divina promessa de que a vossa misericórdia fundirá, em láurea fulgurante de redenção, as trevas dos nossos erros: que sois a justiça dos justos, a santidade dos santos, a sabedoria dos sábios, a pureza dos puros, a humildade dos humildes, a bondade dos bons, a virtude dos virtuosos, a vitória dos triunfadores do bem e a fidelidade das almas fiéis, derramai a benção de Vossa compaixão sobre nós, a fim de que venhamos, ainda mesmo por relampagueante minuto, a esquecer os horizontes anuviados da Terra, em que se acumulam as vibrações letíferas de nossas malquerenças e o fumo empestado de nossos desesperos, convertidos na miséria e no ódio que se voltam, constantes, contra nós, da caliça do tempo!…
Fazei, Senhor, que se nos dobre as cervizes sobre os campos do Planeta que semeastes de fontes e embalsamastes de perfumes, que engrinaldastes de flores e loirejastes de frutos, e se nos acomode o pensamento na oração, olvidando, por um momento só, a lei de Caim, a que temos atrelado o carro dos nossos falsos princípios de soberania e de força, ensanguentando searas e templos, lares e escolas, e assassinando mulheres e crianças, a invocarmos a chacina e a violência por suposto direito das nações!…
E permiti, ó Deus da liberdade infinita, que irmanados no santuário doméstico possamos todos nós, ante a paz que nos requesta ao trabalho dealvando o futuro, louvar-Vos o nome inefável, reconhecidos às nossas deserções e às nossas calamidades a coroa de heroísmo e o tesouro de amor que brilham em nossas Mães.

Espírito Ruy, do livro À Luz da Oração, psicografado por Chico Xavier.

Lord, who created the laws that govern us and the world that welcomes us; who gave us the solar glory by the light of your omnipresence and the starry mantle that shines in the heavens by divine promise that your mercy will melt, in a shining laurel of redemption, the darkness of our errors: that you are the justice of the righteous, the holiness of the saints, the wisdom of the wise, the purity of the pure, the humility of the humble, the goodness of the good, the virtue of the virtuous, the victory of the victors of good and the faithfulness of faithful souls, pour out the blessing of Your compassion upon us, so that we come, even for a lightning minute, to forget the clouded horizons of the Earth, in which the lethal vibrations of our ill-will and the reeking smoke of our despair accumulate, converted into misery and hatred that turn, constant, against us, from the limestone of time!…
Make, Lord, that our necks bend over the fields of the Planet that you sowed with fountains and embalmed with perfumes, that you garlanded with flowers and blossomed with fruits, and let our thoughts accommodate in prayer, forgetting, for just a moment, the law of Cain, to which we have hitched the cart of our false principles of sovereignty and strength, bloodying fields and temples, homes and schools, and murdering women and children, invoking slaughter and violence as the supposed right of nations!…
And allow, O God of infinite freedom, that united in the domestic sanctuary, we may all, in the face of the peace that asks us to work towards the future, praise Your ineffable name, recognizing our desertions and our calamities as the crown of heroism and the treasure of love that shines in our Mothers.

Spirit Ruy, from the book À Luz da Oração, psychographed by Chico Xavier.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.