Discípulos do Cristo

Somos discípulos do Cristo.Mas, repetindo com Ele a sublime afirmação: – “Pai nosso que estais no céu”, esperamos que Deus se transforme em nosso escravo particular, atento às nossas ilusões e caprichos.Somos discípulos do Cristo.Contudo, redizendo junto a Ele as inesquecíveis palavras de submissão ao Criador: – “Seja feita a vossa vontade”, assemelhamo-nos a vulcões… Continuar lendo Discípulos do Cristo

Solidareidade

Não exijas, inconsequentemente, que os outros te deem isso ou aquilo, como se o amor fosse artigo de obrigação.Muitos falam de justiça social nas organizações terrestres, centralizando interesse e visão exclusivamente em si próprios, qual se os outros não fossem gente viva, com aspirações e lutas, alegrias e dores iguais às nossas. Como entender aqueles… Continuar lendo Solidareidade

Espíritos da Luz

Maria Santíssima

Parafraseando a luminosa definição do apóstolo Paulo, em torno da caridade, no capítulo treze da primeira epístola aos coríntios, ousaremos aplicar os mesmos conceitos aos Espíritos benevolentes e sábios que nos tutelam a evolução: Ainda que falássemos a linguagem das trevas e não possuíssemos leve raio de entendimento, – não passaríamos para eles de pobres… Continuar lendo Espíritos da Luz

À “Aliança do Divino Pastor”

Irmãos do “Aliança”, que o Divino Pastor nos guie, através do grande caminho do soerguimento e da redenção.Convosco, seguem vanguardeiros da luz que se apoiam no campo de vossa boa vontade, para a realização do trabalho santificante do Cristo e que poderíamos nós outros desejar-vos, senão mais ampla vitória com a Esfera Superior?O Espiritismo com… Continuar lendo À “Aliança do Divino Pastor”

Tudo claro

Depois da morte, não é o espetáculo grandiloquente dos mundos que te assombrará o espírito redivivo; por mais que deslumbre a criança num palácio de maravilhas, não se verá exonerada da imposição do crescimento. Tudo é sequência nos trilhos do Universo…Não terás a maior revelação da luz de Sírio ou na paisagem de Júpiter…A surpresa… Continuar lendo Tudo claro

No serviço assistencial

Desista de brandir o açoite da condenação sobre aspectos da vida alheia. Esqueça o azedume da ingratidão em defesa da própria paz. Não pretenda refazer radicalmente a experiência do próximo, a pretexto de auxiliá-lo. Remova as condições de vida e os objetos de uso pessoal, capazes de ambientar a humilhação indireta para os outros. Evite… Continuar lendo No serviço assistencial