Site Espírita

Transtornos Depressivos: Introdução e Dados relevantes

Falco & Ricci Qualidade de vida - Clínica de Psicologia em Presidente Prudente

Memória: Alguns motivos por que a perdemos e como melhorá-la.


Você já teve contato direto com a depressão? Entende como ela funciona, quais os seus tipos diferentes, seus sintomas e como procurar ajuda da melhor maneira possível?

É justamente sobre isso que vamos falar na nossa série de postagens sobre a Depressão ou os Transtornos Depressivos.

A depressão é um transtorno muito presente em nossas vidas. Ela prejudica nosso funcionamento cognitivo, alterando nossa emoção e consequentemente nos faz ter comportamentos que não teríamos sem ela ou se estivéssemos em um estado mental mais saudável. Ela nos fragiliza e faz com que fiquemos indefesos aos acontecimentos ao nosso redor, nos faz voltar à infância mais antiga onde nosso funcionamento cognitivo ainda não está formado o suficiente para tomarmos as decisões corretas para nossa vida e bem estar.

Ficamos vulneráveis aos “males do mundo” e aos nossos pensamentos disfuncionais que nos ajudam a nos mantermos no ciclo da depressão e que podem…

Ver o post original 626 mais palavras

Oração dos meninos

Comunhão Espírita Cristã, 1959

SOPA FRATERNA, COMUNHÃO ESPÍRITA CRISTÃ, 1959

Pai Nosso, que estais nos Céus,
Na glória da Criação,
Ouve esta humilde oração,
Dos pequenos lábios meus.
Dá-nos, hoje, do celeiro,
De Tua eterna alegria,
O Pão Nosso que sacia,
A fome do mundo inteiro.
Santificado, senhor,
Seja o teu nome Divino,
Em minh’alma de menino,
Que confia em Teu amor.
Perdoa, Pai nesta vida,
Os erros que praticamos,
Assim como perdoamos,
Toda ofensa recebida.
Venha a nós o Teu reinado,
De paz e misericórdia,
Que espalha a luz da concórdia,
Sobre o mundo atormentado.
Não deixes que a tentação,
Nos vença a carne mortal,
E nem permitas que o mal,
Nos domine o coração.
Que a tua vontade assim,
Que não hesita nem erra,
Seja feita em toda a Terra,
E em todos os Céus sem fim…
Em tua luz que me beija,
E em teu reino ilimitado,
Que sejas glorificado,
Agora e sempre… Assim Seja!
João de Deus

Oração dos jovens

Oração dos jovensMestre Amado!
Aceita-nos o coração em Teu serviço, e, Senhor, não nos deixes sem a Tua lição.
Ensina-nos a obedecer na extensão do bem, para que saibamos administrar para a glória da vida.
Corrige-nos o entusiasmo, a fim de que a paixão inferior não nos destrua.
Modera-nos a alegria, afastando-nos do prazer vicioso.
Retifica-nos o descanso, para que a ociosidade não nos domine.
Auxilia-nos a gastar o Tesouro das Horas, distanciando-nos das trevas do Dia Perdido.
Inspira-nos a coragem, sustando-nos a queda nos perigos da precipitação.
Orienta-nos a defesa do Bem, do Direito e da Justiça, a fim de que não nos convertamos em simples joguetes da maldade e da indisciplina.
Dirige-nos os impulsos, para que a nossa força não seja mobilizada pelo mal.
Ilumina-nos o entendimento, de modo a curvar-nos felizes, ante as sugestões da Experiência e da Sabedoria, a fim de que a humildade nos preserve contra as sombras do orgulho.
Senhor Jesus, nosso Valoroso Mestre, ajuda-nos a estar contigo tanto quanto estás conosco!
Assim seja!

Néio Lúcio

Oração dos aprendizes

Oração dos aprendizes

Nosso Senhor Jesus Cristo

Senhor ilumina-nos a visão de trabalhadores imperfeitos.
Justo Juiz ampara os criminosos e transviados.
Construtor Celeste restaura as obras respeitáveis, ameaçadas pela destruição.
Divino Médico salva os doentes.
Amigo dos Bons regenera os maus.
Mensageiros da luz expulsa as trevas que ainda nos rodeiam.
Emissário da Sabedoria esclarece-nos a ignorância.
Dispensador do Bem compadece-te de nossos males.
Advogado dos Aflitos reajusta os infelizes que provocam o sofrimento.
Sumo Libertador, emancipa-nos a mente, encarcerada em nossas próprias criações menos dignas.
Benfeitor do Alto, estende compassivas mãos a todos aqueles que te desconhecem os princípios de amor e trabalho, humildade e perdão, nas zonas inferiores da vida.
Senhor, eis aqui os teus servos incapazes. Cumpra-se em nós a tua vontade sábia e justa, porque a nossa pequenez é tudo o que possuímos, para que, em Teu Nome, possamos operar a nossa própria redenção, hoje, aqui e agora.
Assim Seja.

Aniceto

Oração do servo imperfeito

Retrato de JesusSenhor!…
Dura é a pedra entretanto, com a Tua sabedoria, temo-a empregada nas obras de segurança.
Violento é o fogo, todavia, sob a Tua inspiração, foi ele posto em disciplina, em auxílio da inteligência.
Agressiva é a lâmina, no entanto, no influxo de Teu amparo, a vemos, piedosa, na caridade da cirurgia.
Enfermiço é o pântano, contudo, sob Tua benevolência, encontramo-lo convertido em celeiro de flores.
Eu também trago comigo a dureza da pedra, a violência do fogo, a agressividade da lâmina e a enfermidade do charco, mas com a Tua bênção de amor posso desfrutar o privilégio de cooperar na construção do Teu reino!…
Para isso, porém, Senhor, concede-me, por acréscimo de misericórdia, a felicidade de trabalhar e ensina-me a receber o dom de servir.

Albino Teixeira

Ave Maria!

Maria de Nazaré

Ave Maria! Mãe que por nós velas,
Do teu trono de ternos resplendores,
Auxilia os teus filhos sofredores,
Que padecem a fúria das procelas.

Cheia de graça, estrela entre as mais belas,
Anjo excelso dos pobres pecadores,
Balsamiza, Senhora, as nossas dores,
Tu, que por nossas almas te desvelas.

O Senhor é contigo, Soberana,
Astro sublime sobre a noite humana,
Sol que infinitos dons de Deus encerra!

Bendita és para sempre, Mãe querida,
Por teus braços de amor, ternura e vida,
Por teu manto de luz que ampara a terra!

Braga Neto

Oração do Natal

Jesus Maria e Jose

Rei Divino, na palha singela, porque te fizeste criança, diante dos homens, quando podias ofuscá-los com a grandeza do Teu Reino?
Soberano da Eternidade, porque estendeste braços pequerruchos e tenros aos pastores humildes,
mendigando-lhes proteção, quando o próprio firmamento te saudava com uma estrela sublime, emoldurada de melodias celestes?
Certamente, vinhas ao encontro de nosso coração para libertá-lo.
Procuravas o asilo de nossa alma, para convertê-la em harpa nas Tuas mãos.
Preferias esmolar segurança e carinho, para que, em Te amando, de algum modo, na manjedoura esquecida, aprendêssemos a amar-nos uns aos outros.
Tornavas-Te pequenino para que a sombra do orgulho se desfizesse, em torno de nossos passos, e pedias compaixão, porque não nos buscavas por adornos do Teu carro de triunfo, como vassalos de Tua Glória, mas sim por amigos espontâneos de Tua causa e por tutelados de Tua bênção…
E modificaste assim o destino das nações. Colocaste o trabalho digno, onde a escravidão gerava a miséria, acendeste a claridade do perdão, onde a noite do ódio assegurava o império do crime, e ensinaste-nos a servir e a morrer, para que a vida se tornasse mais bela…
É por isso que, ajoelhados em espírito, recordando-Te o berço pobre, ofertamos-Te o coração…
Arranca-o, Senhor, da grade do nosso peito, enferrujado de egoísmo, e faze-o chorar de alegria, no deslumbramento de Tua luz!… Conduze-nos, ainda, aos tesouros da humildade, para que o poder sem amor não nos enlouqueça a inteligência, e deixa-nos entoar o cântico dos pastores, quando repetia, em prantos jubilosos, a mensagem dos anjos:
–Glória a Deus nas Alturas, paz na Terra e boa vontade para com os homens!…

Meimei

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: