Categorias
Espiritualidade

Penúria de espírito / Penury of spirit

Acreditarás talvez que nada possuis para dividir nas tarefas do bem; no entanto, pensa naqueles cujas provações foram somadas até o resultado da angústia extrema e cujos sofrimentos podes diminuir, através da multiplicação dos teus gestos de amor.
Não só isso. Coloca-te, sinceramente, no lugar deles.
Se fosses o doente largado às horas, com que júbilo receberias os quinze minutos de companhia e de afeto que alguém te pudesse oferecer, repartindo contigo algum saldo de tempo.
Se estivesses na posição do obsidiado infeliz, com que reconforto recolherias as ligeiras instruções de algum companheiro que viesse a destacar humilde parcela do próprio conhecimento a fim de suprir-te a necessidade de paz e orientação!…
Em semelhante assunto, ao lado da penúria material, consideremos aquela outra, a penúria de espírito, para verificar que a divisão do entendimento e da bondade é recurso a ser aplicado, incessantemente, na contabilidade da vida!…
Reflete naqueles que foram ludibriados pela fortuna sem trabalho e resvalaram no tédio, às vezes comprando, a preço de ociosidade e imprudência, a ficha dourada que lhes assinala a presença no manicômio.
Calcula o suplício moral dos que se enganaram com as facilidades da inteligência, com menosprezo pelo serviço aos semelhantes, e acordaram, um dia, de consciência perdida nas teias da criminalidade.
Pensa no sofrimento das crianças desajustadas que se desenvolvem para o mundo entre a revolta e o desânimo e reflete naqueles companheiros outros da Humanidade que tombam diariamente, em frustração, conquanto instruídos e abastados, aniquilando nos excessos do álcool e nos abusos do entorpecente as melhores possibilidades da reencarnação promissora!…
Comumente admitimos que, a rigor, a obra de assistência é trabalho tão-somente atribuível às forças administrativas do campo oficial através da conjugação de verbas gigantescas que suprimam as exigências imediatas do corpo.
Ainda assim, por enquanto as exigências da alma sobram em grande número.
Desespero, aflição, desencanto, rebeldia, ódio, desequilíbrio, obsessão e loucura são males que nem sempre o apoio amoedado consegue socorrer.
Para a eliminação da penúria de espírito, essencialmente só existe um remédio – o amor; no entanto, para que o amor se transfira por bênção, de criatura a criatura, é imperioso aprendamos a dividir, uns com os outros, as infinitas riquezas do coração.

Espírito Emmanuel, do livro Rumo Certo, psicografado por Chico Xavier.

You will perhaps believe that you have nothing to share in the tasks of good; however, think of those whose trials were added to the result of extreme anguish and whose sufferings you can lessen, through the multiplication of your gestures of love.
Not only that. Honestly put yourself in their shoes.
If you were the sick man left at hours, with what joy would you receive the fifteen minutes of company and affection that someone could offer you, sharing some balance of time with you.
If you were in the position of the unfortunate obsessed, with what comfort would you gather the slight instructions of some companion who came to detach a humble part of his own knowledge in order to supply your need for peace and guidance!…
On such a subject, alongside material shortages, let us consider that other, shortage of spirit, to verify that the division of understanding and goodness is a resource to be applied, incessantly, in the accounting of life!…
It reflects on those who were deceived by fortune without work and slipped into boredom, sometimes buying, at the price of idleness and imprudence, the golden token that marks their presence in the asylum.
He calculates the moral torment of those who were deceived with the facilities of intelligence, with contempt for the service to their fellow men, and who woke up one day with a lost conscience in the webs of criminality.
Think about the suffering of misfit children who develop for the world between revolt and discouragement and reflect on those other fellow humankind who fall daily, in frustration, although educated and wealthy, annihilating in the excesses of alcohol and drug abuse the best possibilities of promising reincarnation!…
We commonly admit that, strictly speaking, the assistance work is work that can only be attributed to the administrative forces of the official field through the conjugation of gigantic funds that suppress the immediate demands of the body.
Still, for now the demands of the soul abound in great numbers.
Despair, affliction, disenchantment, rebellion, hatred, imbalance, obsession and madness are evils that currency support is not always able to help.
For the elimination of penury of spirit, there is essentially only one remedy – love; however, for love to be transferred by blessing, from creature to creature, it is imperative that we learn to share, with one another, the infinite riches of the heart.

Emmanuel Spirit, from the book Rumo Certo, psychographed by Chico Xavier.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.