Categorias
Espiritualidade

Busquemos mais luz / Let’s seek more light

Enquanto o aprendiz da sabedoria avança para diante, traçando sendas iluminadas de acesso ao Infinito, o estudante vadio coagula as sombras, ao redor do degrau em que a vida o situa, demorando-se na estagnação da ignorância.

Recebe o corpo, por abençoado instrumento de elevação.
Através dele, se queres, é possível amealhar os valores da espiritualidade vitoriosa, alcançar a paz íntima, recolher as bênçãos do Céu e refletir a Divina Vontade, enriquecendo-te, cada vez mais, pela extensão crescente de tuas faculdades, no engrandecimento da vida.

Busquemos mais luz.

Quando o Mestre nos recomendou nos fizéssemos crianças, perante a Lei, não se propunha reter-nos na ingenuidade ou na incultura. Buscava criar em nós o estado imprescindível de receptividade, à frente da vida, para reajustarmos os fios do próprio destino sobre as bases divinas da verdadeira sublimação.
Homem algum possui consigo recurso bastante para redimir o mundo, mas todos nós guardamos conosco possibilidades suficientes para a regeneração de nós mesmos.

Não te esqueças da hora que passa, convocando-te às construções do Espírito. Nosso único patrimônio real é aquele que se constitui de nossas obras. E tudo aquilo que nos rodeia na encarnação terrestre, seja riqueza ou indigência, dor ou felicidade, plenitude ou escassez, no círculo das circunstâncias a que o renascimento nos arroja, não passa de material didático, objetivando a nossa educação ou aprimoramento moral para a vida eterna.
Não te descures do tempo – a força aparentemente inerte, susceptível de oferecer-nos os meios necessários para a ação edificante.
Com os dias, algo produzimos. Enquanto o lavrador diligente prepara colheitas de prosperidade e alegria, aquele que cruza os braços, à frente do arado, forma cristalizações de indiferença que induzem à escassez.

Espírito Emmanuel. Do livro Instrumentos do Tempo. Psicografado por Chico Xavier.

While the apprentice of wisdom advances forward, tracing illuminated paths of access to the Infinite, the vagrant student coagulates the shadows, around the step where life places him, lingering in the stagnation of ignorance.

He receives the body as a blessed instrument of elevation.
Through it, if you want, it is possible to gather the values ​​of victorious spirituality, achieve intimate peace, collect the blessings of Heaven and reflect the Divine Will, enriching you, more and more, by the growing extension of your faculties, in the aggrandizement of life. .

Let’s seek more light.

When the Master recommended that we become children, before the Law, it was not intended to keep us in naivety or lack of culture. He sought to create in us the essential state of receptivity, ahead of life, to readjust the threads of our own destiny on the divine bases of true sublimation.
No man has enough resources with him to redeem the world, but we all keep with us enough possibilities for the regeneration of ourselves.

Do not forget the hour that passes, summoning you to the constructions of the Spirit. Our only real patrimony is that which is constituted by our works. And everything that surrounds us in terrestrial incarnation, whether wealth or indigence, pain or happiness, fullness or scarcity, in the circle of circumstances to which rebirth throws us, is nothing more than didactic material, aiming at our education or moral improvement for life. eternal.
Do not neglect time – the apparently inert force, capable of offering us the necessary means for edifying action.
With the days, we produce something. While the diligent plowman prepares crops of prosperity and joy, the one who folds his arms in front of the plow forms crystallizations of indifference that induce scarcity.

Emmanuel Spirit. From the book Instruments of Time. Psychographed by Chico Xavier.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.