Categorias
Espiritualidade

Estude e viva / Study and live

Estude e viva.
Valorizamos o ágape comum, em que se debatem assuntos corriqueiros de vivência humana.
Como desinteressar-nos dos encontros espíritas, nos quais se ventilam questões fundamentais da vida eterna?
A reunião espírita não é um culto estanque de crença embalsamada em legendas tradicionalistas. Define-se como sendo assembleia de fraternidade ativa, procurando na fé raciocinada a explicação lógica aos problemas da vida, do ser e do destino.
Todos nós somos chamados a participar dela.
Falar e ouvir.
Ensinar e aprender

Estamos defrontados no Espiritismo por uma tarefa urgente: desentranhar o pensamento vivo de Allan Kardec dos princípios que lhe constituem a codificação doutrinária, tanto quanto ele, Kardec, buscou desentranhar o pensamento vivo do Cristo dos ensinamentos contidos no Evangelho.

Capacitemo-nos de que o estudo reclama esforço de equipe. E a vida em equipe é disciplina produtiva, com esquecimento de nós mesmos, em favor de todos.
Destacar a obra e olvidar-nos.
Compreender que a realização e educação solicitam entendimento e apoio mútuo.
Associarmo-nos sem a pretensão de comando.
Aceitar as opiniões claramente melhores que as nossas; resignarmo-nos a não ser pessoa providencial.
Em hipótese alguma, admitir-nos num conjunto de heróis e sim num agrupamento de criaturas humanas, em que as experiências difíceis podem ocorrer a qualquer momento.
Nunca menosprezar os outros, por maiores as complicações que apresentem. Por outro lado, aceitar com sinceridade e bom humor as críticas que outros nos enderecem.
Esquecer as velhas teclas da maldição aos perversos, da sociedade corrompida, da humanidade a caminho do abismo ou do tudo deve ser feito como os guias determinaram.
Não subestimar o perigo do mal, todavia, procurar o bem acima de tudo e favorecer-lhe a influência; não ignorar os erros da coletividade terrestre, mas identificar-lhe os benefícios e auxiliá-la no aperfeiçoamento preciso; não cerrar os olhos aos enganos da Humanidade, contudo, reconhecer que o progresso é lei e colaborar com o progresso, em todas as circunstâncias; não fugir ao agradecimento devido aos benfeitores e amigos desencarnados, entretanto, não abdicar do raciocínio próprio e nem desertar da responsabilidade pessoal a pretexto de humildade e gratidão para com eles.

Somos trazidos à escola espírita, a fim de auxiliarmos e sermos auxiliados, na permuta de experiências e aquisição de conhecimento.
Este livro é uma demonstração disso. Encontro informal entre companheiros encarnados e desencarnados, em torno da obra libertadora de Allan Kardec.
Explanações, definições, ideias e comentários. Em suma, convite sintético ao estudo.
Estudar para aprender. Aprender para trabalhar. Trabalhar para servir sempre mais.
Estude e viva.
Pense no valor de sua cooperação na melhoria e no engrandecimento da equipe de que participa, esteja ela constituída no templo doutrinário ou em seu culto doméstico de elevação espiritual.
Não esquecer que o seu auxílio ao grupo deve ser tão substancial e tão importante quanto o auxílio que o grupo está prestando a você.

Espírito André Luiz, prefácio do livro Estude e Viva. Página recebida por Waldo Vieira, em Uberaba, em 11 de fevereiro de 1965.

Study and live.
We value the common agape, in which everyday matters of human experience are debated.
How can we lose interest in spiritist meetings, in which fundamental questions of eternal life are aired?
The spiritist meeting is not a watertight cult of belief embalmed in traditionalist legends. It is defined as an assembly of active fraternity, seeking in reasoned faith the logical explanation to the problems of life, being and destiny.
We are all called to participate in it.
Speak and listen.
Teach and learn

In Spiritism, we are faced with an urgent task: to unravel the living thought of Allan Kardec from the principles that constitute his doctrinal codification, as much as he, Kardec, sought to unravel the living thought of Christ from the teachings contained in the Gospel.

Let us be aware that the study requires team effort. And team life is productive discipline, forgetting ourselves in favor of everyone.
Highlight the work and forget about us.
Understand that achievement and education require mutual understanding and support.
Associating without the pretense of command.
Accept opinions that are clearly better than our own; resign ourselves to not being a providential person.
Under no circumstances, to admit ourselves in a group of heroes, but in a grouping of human creatures, in which difficult experiences can occur at any time.
Never belittle others, no matter how complicated they may be. On the other hand, accept with sincerity and good humor the criticism that others address to us.
Forgetting the old keys of the curse to the wicked, of corrupt society, of humanity on the way to the abyss or everything must be done as the guides determined.
Not to underestimate the danger of evil, however, to seek the good above all and to favor its influence; not to ignore the errors of the terrestrial collectivity, but to identify its benefits and help it in the precise improvement; not to close your eyes to Humanity’s mistakes, however, to recognize that progress is law and to collaborate with progress, in all circumstances; not to evade gratitude due to benefactors and disembodied friends, however, not to abdicate one’s own reasoning and not to desert personal responsibility on the pretext of humility and gratitude towards them.

We are brought to the spiritist school in order to help and be helped, in the exchange of experiences and acquisition of knowledge.
This book is a demonstration of that. Informal meeting between incarnate and disincarnate companions, around the liberating work of Allan Kardec.
Explanations, definitions, ideas and comments. In short, a synthetic invitation to study.
Study to learn. Learn to work. Work to always serve more.
Study and live.
Think of the value of your cooperation in improving and enhancing the team you are on, whether it is constituted in the doctrinal temple or in your spiritual uplifting home service.
Do not forget that your assistance to the group must be as substantial and as important as the assistance the group is providing you.

André Luiz Spirit, preface to the book Estude e Viva. Page received by Waldo Vieira, in Uberaba, on February 11, 1965.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.