Categorias
Espiritualidade

Em peregrinação / On pilgrimage

“Porque não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a futura.” – Paulo. Hebreus, 13:14.

Risível é o instinto de apropriação indébita que assinala a maioria dos homens.
Não será a Terra comparável a grande carro cósmico, onde se encontra o espírito em viagem educativa?
Se a criatura permanece na abastança material, apenas excursiona em aposentos mais confortáveis.
Se respira na pobreza, viaja igualmente com vistas ao mesmo destino, apesar da condição de segunda classe transitória.
Se apresenta notável figuração física, somente enverga efêmera vestidura de aspecto mais agradável, através de curto tempo, na jornada empreendida.
Se exibe traços menos belos ou caracterizados de evidentes imperfeições, vale-se de indumentária tão passageira quanto a mais linda roupagem do próximo, na peregrinação em curso.
Por mais que o impulso de propriedade ateie fogueiras de perturbações e discórdias, na maquinaria do mundo, a realidade é que homem algum possui no chão do Planeta domicílio permanente. Todos os patrimônios materiais a que se atira, ávido de possuir, se desgastam e transformam. Nos bens que incorpora ao seu nome, até o corpo que julga exclusivamente seu, ocorrem modificações cada dia, impelindo-o a renovar-se e melhorar-se para a eternidade.
Se não estás cego, pois, para as leis da vida, se já despertaste para o entendimento superior, examina, a tempo, onde te deixará, provisoriamente, o comboio da experiência humana, nas súbitas paradas da morte.

Espírito Emmanuel, do livro Vinha de Luz, psicografado por Chico Xavier.

“Because we don’t have a permanent city here, but we are looking for the future one.” – Paul. Hebrews, 13:14.

Laughable is the instinct of misappropriation that marks most men.
Isn’t the Earth comparable to a great cosmic car, where the spirit is on an educational journey?
If the creature remains in material wealth, it only wanders into more comfortable quarters.
If you breathe in poverty, you also travel with a view to the same destination, despite the transitory second-class condition.
If he presents a remarkable physical figuration, he only wears an ephemeral garment of a more pleasant appearance, for a short time, on the journey undertaken.
If he exhibits less beautiful features or is characterized by obvious imperfections, he uses clothes as fleeting as the most beautiful clothes of the next, in the pilgrimage in progress.
As much as the property impulse ignites fires of disturbances and discords, in the machinery of the world, the reality is that no man has a permanent domicile on the floor of the Planet. All the material patrimonies to which one throws oneself, eager to possess, wear out and transform. In the goods that he incorporates to his name, even the body that he judges exclusively his, changes occur every day, impelling him to renew and improve himself for eternity.
If you are not blind to the laws of life, if you have already awakened to the higher understanding, examine, in time, where the train of human experience will temporarily leave you, in the sudden stops of death.

Emmanuel Spirit, from the book Vinha de Luz, psychographed by Chico Xavier.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.