Categorias
Espiritualidade

Samaritanos e nós / Samaritans and us

Quem de nós não terá caído, alguma vez, em abandono ou penúria, aflição, amargura, engano ou perturbação?
À face disso, para nós o samaritano da bondade — a criatura que nos reergue ou reanima — será sempre aquela pessoa:
que nos acolhe nos dias de tristeza com a mesma generosidade com que nos abraça nos instantes de alegria;
que nos estima, assim tais quais somos, sem reclamar-nos espetáculos de grandeza, de um dia para outro;
que nos levanta do chão das próprias quedas para o regaço da esperança, sem cogitar de nossas fraquezas;
que nos alça do precipício da desilusão ao clima do otimismo, sem reprovar-nos a imprevidência;
que nos ouve as queixas reiteradas, rearticulando sem aspereza o verbo da paciência e da compreensão;
que nos estende essa ou aquela porção dos recursos de que disponha, em favor da solução de nossos problemas, sem pedir o relatório de nossas necessidades e compromissos;
que nos oferece esclarecimento, sem ferir-nos o brio;
que nos ilumina a fé, sem destruir-nos a confiança;
que se transforma em harmonia e concurso fraterno, seja em nossa casa, ou no grupo de serviço em que trabalhamos;
que se nos converte no cotidiano em apoio e cooperação, sem exigir-nos tributos de reconhecimento;
que, por fim, se transubstancia, em nosso benefício, em luz e consolação, amparo e bênção.

Detenhamo-nos a pensar nisso e lembrando, reconhecidamente, quantos se nos fazem samaritanos do auxílio e da bondade, nas estradas da existência, recordemos a lição de Jesus e, diante dos outros, sejam eles quem sejam, façamos nós o mesmo.

Espírito Emmanuel, do livro Aulas da Vida, psicografado por Chico Xavier.


Samaritans and us

Who among us has not, at some time, fallen into abandonment or penury, affliction, bitterness, deceit or disturbance?
On the face of it, for us the Samaritan of goodness — the creature that lifts us up or revives us — will always be that person:
who welcomes us in days of sadness with the same generosity with which he embraces us in moments of joy;
who esteems us, just as we are, without demanding spectacles of grandeur, from one day to the next;
that lifts us from the ground of our own falls to the lap of hope, without considering our weaknesses;
that lifts us from the precipice of disillusionment to the climate of optimism, without reproaching us for improvidence;
who listens to our repeated complaints, rearticulating without harshness the word of patience and understanding;
who extends this or that portion of the resources at his disposal to us in favor of solving our problems, without asking for a report of our needs and commitments;
that offers us enlightenment, without hurting our pride;
that enlightens our faith, without destroying our trust;
which is transformed into fraternal harmony and competition, whether in our home or in the service group in which we work;
that converts us in our daily life into support and cooperation, without demanding from us tributes of recognition;
which, finally, is transubstantiated, for our benefit, into light and consolation, support and blessing.

Let us stop to think about this and remember, admittedly, those who make us Samaritans of help and kindness, on the roads of existence, let us remember the lesson of Jesus and, in front of others, whoever they are, let us do the same.

Spirit Emmanuel, from the book Aulas da Vida, psychographed by Chico Xavier.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.