Categorias
Espiritualidade

Ante Jesus

Eis que passa no tempo a imensa caravana,
A multidão revel que humilhada se agita,
Reis, tiranos e heróis, rondando a turba aflita,
E fugindo à verdade augusta e soberana.

Sobre carros triunfais, a Treva se engalana…
E a mendaz ilusão freme, goza e palpita,
Para rojar-se, após, a miséria infinita,
Na cinza a que se acolhe a majestade humana.

Mas Tu, Mestre da Paz, que a bondade ilumina,
Guardas, imorredoura, a grandeza divina,
Sem que o lodo abismal Te ofenda ou desconforte.

Tudo passa, descendo à sombra do caminho,
Mas no sólio da cruz inda imperas sozinho,
Na vitória do amor que fulge além da morte.

Espírito Amaral Ornellas, do livro Antologia Mediúnica do Natal, psicografado por Chico Xavier.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.