Categorias
Espiritualidade

Receita de vida eterna / eternal life recipe

TEMA — Imperativo da prática do bem.

Tantas vezes encontramos pela frente a parábola do Bom Samaritano e tantas outras nela encontramos inesperados ensinamentos.
Repetir costuma cansar, convenhamos. Lições, contudo, existem semelhantes à luz solar que se rearticula, diariamente, criando vida renovadora.
Realmente, a história contada por Jesus expõe a caridade por brilhante divino, com revelações prismáticas de inexprimível beleza.
A atitude daquele cavaleiro desconhecido resume todo um compêndio de bondade.
Enquanto o sacerdote e o levita, pessoas de reconhecido valor intelectual, se afastam deliberadamente do ferido, o samaritano para sensibilizado.
Até aí, o assunto patenteia feição comum, porque nós todos, habitualmente, somos movidos à piedade, diante do sofrimento alheio.
Situemo-nos, entretanto, em lugar do viajante generoso…
Talvez estivesse ele com os minutos contados…
Muito compreensivelmente, estaria sendo chamado com urgência e teria pressa de atingir o término da viagem…
Provável fosse atender a encontro marcado…
É possível atravessasse naquela hora o fim do dia e devesse acautelar-se contra qualquer trecho perigoso da estrada, na sombra da noite próxima…
No entanto, à frente do companheiro anônimo abatido, detém-se e se compadece. Olvida a si mesmo e não pergunta quem é. Interrompe-se. Aproxima-se. Faz pensos e efetua curativos. Para ele, contudo, isso não basta. Coloca-o na montada. Apresenta-o na hospedaria e responsabiliza-se por ele. Além disso, compromete-se sem indagar se está preservando um adversário. Pagará pelos serviços que receba. Vê-lo-á, quando regressar.

Narrando o acontecido, Jesus recordou o comportamento do sacerdote, do levita e do samaritano e perguntou ao doutor da Lei que se interessava pela posse da vida eterna:
—Qual dos três te parece haver amado o próximo, caído em necessidade?
—O que usou de misericórdia para com ele, — replicou o interpelado.
—Então, vai, — disse Jesus, — e faze tu o mesmo.
Segundo é fácil de ver, a indicação para entesourar a luz da vida eterna, em nós próprios, é clara e simples. Amor ao próximo é o sublime recurso na base de semelhante realização. Mas não basta reconhecer os méritos da receita. É preciso usá-la.

Espírito Emmanuel, do livro Encontro Marcado, psicografado por Chico Xavier.

THEME — Imperative of doing good.

So many times we come across the parable of the Good Samaritan and so many times we find unexpected teachings in it.
Repeating is usually tiring, let’s face it. Lessons, however, exist similar to sunlight that is rearticulated, daily, creating renewing life.
Indeed, the story told by Jesus exposes charity by divine brilliance, with prismatic revelations of inexpressible beauty.
The attitude of that unknown knight sums up a whole compendium of kindness.
While the priest and the Levite, people of recognized intellectual value, deliberately distanced themselves from the wounded man, the Samaritan became sensitized.
Until then, the subject shows a common feature, because we are all habitually moved to pity in the face of the suffering of others.
Let us, however, place ourselves in the place of the generous traveller…
Maybe he had the minutes numbered…
Quite understandably, he would be urgently called and would be in a hurry to reach the end of the trip…
Likely to meet an appointment…
It is possible that he was crossing the end of the day at that time and should beware of any dangerous stretch of road, in the shadow of the approaching night…
However, in front of the downcast anonymous companion, he stops and sympathizes. He forgets himself and doesn’t ask who he is. He stops himself. Get close. He makes dressings and effects dressings. For him, however, this is not enough. Put it on the mount. Present him at the inn and take responsibility for him. Furthermore, he commits himself without asking whether he is preserving an adversary. He will pay for the services he receives. You’ll see him when you get back.

Narrating what happened, Jesus recalled the behavior of the priest, the Levite and the Samaritan and asked the Doctor of the Law who was interested in the possession of eternal life:
—Which of the three do you think loved his neighbor, fell into need?
“The one who showed mercy to him,” replied the questioned.
“Then go,” said Jesus, “and do thou likewise.”
As is easy to see, the indication to treasure up the light of eternal life in ourselves is clear and simple. Love for others is the sublime resource at the base of such an achievement. But it is not enough to recognize the merits of the recipe. It is necessary to use it.

Spirit Emmanuel, from the book Encontro Marcado, psychographed by Chico Xavier.

2 respostas em “Receita de vida eterna / eternal life recipe”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.