Categorias
Espiritualidade

Não desfalecer / Don’t faint

… “Orar sempre e nunca desfalecer.” – Lucas, 18:1.

Não permitas que o serviço do próprio corpo te inabilite para a solução dos problemas externos, inclusive os da tua própria iluminação espiritual.

Enquanto te encontras no plano de exercício, qual a Crosta da Terra, sempre serás defrontado pela dificuldade e pela dor.

A lição dada é caminho para novas lições.
Atrás do enigma resolvido, outros enigmas aparecem.

Outra não pode ser a função da escola, senão ensinar, exercitar e aperfeiçoar.

Enche-te, pois, de calma e bom ânimo, em todas as situações.

Foste colocado entre obstáculos mil de natureza estranha para que, vencendo inibições fora de ti, aprendas a superar as próprias limitações.

Enquanto a comunidade terrestre não se adaptar à nova luz, respirarás cercado de lágrimas inquietantes, de gestos impensados e de sentimentos escuros.

Dispõe-te a desculpar e auxiliar sempre, a fim de que não percas a gloriosa oportunidade de crescimento espiritual.

Lembra-te de todas as aflições que rodearam o espírito cristão, no mundo, desde a vinda do Senhor.

Onde está o Sinédrio que condenou o Amigo Celeste à morte?

Onde os romanos vaidosos e dominadores?

Onde os verdugos da Boa Nova nascente?

Onde os guerreiros que desabotoaram, em torno do Evangelho, rios escuros de sangue e suor?

Onde os príncipes astutos que combateram e negociaram em nome do Renovador Crucificado?

Onde as trevas da Idade Média?

Onde os políticos e inquisidores de todos os matizes que feriram, em nome do Excelso Benfeitor?

Arrojados pelo tempo aos despenhadeiros de cinza, fortaleceram e consolidaram o pedestal de luz, em que a figura do Cristo resplandece, cada vez mais gloriosa, no governo dos séculos.

Centraliza-te no esforço de auxiliar no bem comum, seguindo com a tua cruz, ao encontro da ressurreição divina.

Nas surpresas constrangedoras da marcha, recorda que antes de tudo, importa orar sempre, trabalhando, servindo, aprendendo, amando e nunca desfalecer.

Ao longo de teus passos, aparece no mundo a sementeira do bem, que te pede renúncia e boa vontade, sacrifício e compreensão.

O mensageiro do Cristo é o braço do Evangelho.

Espírito Emmanuel, do livro Alvorada do Reino, psicografado por Chico Xavier.


Don’t faint

… “Pray always and never faint.” — Luke, 18:1.

Do not allow the service of your own body to disable you for the solution of external problems, including those of your own spiritual enlightenment.

As long as you are on the exercise plane, like the Crust of the Earth, you will always be faced with difficulty and pain.

The lesson given is the way to new lessons.
Behind the solved riddle, other riddles appear.

Another cannot be the function of the school, but to teach, exercise and improve.

Fill yourself, therefore, with calm and good cheer, in all situations.

You were placed between a thousand obstacles of a strange nature so that, overcoming inhibitions outside of you, you learn to overcome your own limitations.

As long as the terrestrial community does not adapt to the new light, you will breathe surrounded by disturbing tears, thoughtless gestures and dark feelings.

Be willing to forgive and help always, so that you do not miss the glorious opportunity for spiritual growth.

Remember all the afflictions that have surrounded the Christian spirit in the world since the coming of the Lord.

Where is the Sanhedrin that condemned the Celestial Friend to death?

Where the vain and domineering Romans?

Where are the executioners of the Good News born?

Where the warriors who unbuttoned, around the Gospel, dark rivers of blood and sweat?

Where the cunning princes who fought and traded in the name of the Crucified Renewer?

Where the darkness of the Middle Ages?

Where the politicians and inquisitors of all shades who hurt, in the name of the Exalted Benefactor?

Thrown by time to the cliffs of ash, they strengthened and consolidated the pedestal of light, in which the figure of Christ shines, more and more glorious, in the government of the centuries.

Focus on the effort to help the common good, moving forward with your cross, towards the divine resurrection.

In the embarrassing surprises of the march, he remembers that above all, it is important to always pray, working, serving, learning, loving and never giving up.

Along your steps, the sowing of good appears in the world, which asks you for renunciation and good will, sacrifice and understanding.

The messenger of Christ is the arm of the Gospel.

Emmanuel Spirit, from the book Alvorada do Reino, psychographed by Chico Xavier.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.