Categorias
Espiritualidade

A escola das almas / The school of souls

Congregados, em torno do Cristo, os domésticos de Simão ouviram a voz suave e persuasiva do Mestre, comentando os sagrados textos.

Quando a palavra divina terminou a formosa preleção, a sogra de Pedro indagou, inquieta:

— Senhor, afinal de contas, que vem a ser a nossa vida no lar?
Contemplou-a Ele, significativamente, demonstrando a expectativa de mais amplos esclarecimentos, e a matrona acrescentou:

— Iniciamos a tarefa entre flores para encontrarmos depois pesada colheita de espinhos.
No começo é a promessa de paz e compreensão; entretanto, logo após, surgem pedras e dissabores…
Reparando que a senhora Galileia se sensibilizara até as lágrimas, deu-se pressa Jesus em responder:

— O lar é a escola das almas, o templo onde a sabedoria divina nos habilita, pouco a pouco, ao grande entendimento da Humanidade.

E, sorrindo, perguntou:

— Que fazes inicialmente às lentilhas, antes de servi-las à refeição?
A interpelada respondeu, titubeante:
— Naturalmente, Senhor, cabe-me levá-las ao fogo para que se façam suficientemente cozidas. Depois, devo temperá-las, tornando-as agradáveis ao sabor.
— Pretenderias, também, porventura, servir pão cru à mesa?
— De modo algum — tornou a velha humilde —; antes de entregá-lo ao consumo caseiro, compete-me guardá-lo ao calor do forno. Sem essa medida…
O Divino Amigo então considerou:

— Há também um banquete festivo, na vida celestial, onde nossos sentimentos devem servir à glória do Pai. O lar, na maioria das vezes, é o cadinho santo ou o forno preparador. O que nos parece aflição ou sofrimento dentro dele é recurso espiritual. O coração acordado para a Vontade do Senhor retira as mais luminosas bênçãos de suas lutas renovadoras, porque, somente aí, de encontro uns com os outros, examinando aspirações e tendências que não são nossas, observando defeitos alheios e suportando-os, aprendemos a desfazer as próprias imperfeições.
Nunca notou a rapidez da existência de um homem? A vida carnal é idêntica à flor da erva. Pela manhã emite perfume, à noite, desaparece… O lar é um curso ligeiro para a fraternidade que desfrutaremos na vida eterna. Sofrimentos e conflitos naturais, em seu círculo, são lições.
A sogra de Simão escutou, atenciosa, e ponderou:

— Senhor, há criaturas, porém, que lutam e sofrem; no entanto, jamais aprendem.
O Cristo pousou na interlocutora os olhos muito lúcidos e tornou a indagar:
— Que fazes das lentilhas endurecidas que não cedem à ação do fogo?
— Ah! Sem dúvida, atiro-as ao monturo, porque feririam a boca do comensal descuidado e confiante.
— Ocorre o mesmo — terminou o Mestre — com a alma rebelde às sugestões edificantes do lar. A luta comum mantém a fervura benéfica; todavia, quando chega a morte, a grande selecionadora do alimento espiritual para os celeiros de Nosso Pai, os corações que não cederam ao calor santificante, mantendo-se na mesma dureza, dentro da qual foram conduzidos ao forno bendito da carne, serão lançados fora, a fim de permanecerem, por tempo indeterminado, na condição de adubo, entre os detritos da Natureza.

Espírito Neio Lúcio, do livro Jesus no Lar, psicografado por Chico Xavier.


The school of souls

Congregated around Christ, Simon’s domestics listened to the Master’s soft and persuasive voice, commenting on the sacred texts.

When the divine word ended the beautiful lecture, Peter’s mother-in-law asked, restless:

“Lord, what is our home life after all?”
He looked at her significantly, showing the expectation of further clarification, and the matron added:

— We started the task among flowers to find a heavy harvest of thorns afterwards.
In the beginning is the promise of peace and understanding; however, soon after, rocks and unpleasantness appear…
Noticing that the Galilean lady was moved to tears, Jesus hastened to answer:

— Home is the school of souls, the temple where divine wisdom enables us, little by little, to the great understanding of Humanity.

And, smiling, he asked:

— What do you do with the lentils initially, before serving them with the meal?
The questioner replied hesitantly:
“Of course, sir, it’s up to me to put them on the fire so they’re cooked enough.” Then I must season them, making them pleasant to taste.
“Would you also, perhaps, intend to serve raw bread at the table?”
“Not at all,” said the humble old woman; before delivering it to home consumption, it is up to me to keep it in the heat of the oven. Without this measure…
The Divine Friend then considered:

— There is also a festive feast, in the heavenly life, where our feelings are to serve the glory of the Father. Home, most of the time, is the holy crucible or the preparing oven. What appears to us as affliction or suffering within him is a spiritual resource. The heart awake to the Will of the Lord draws the most luminous blessings from its renewing struggles, because only there, by meeting one another, examining aspirations and tendencies that are not ours, observing other people’s faults and enduring them, do we learn to undo the imperfections themselves.
Never noticed the rapidity of a man’s existence? The carnal life is like the flower of the grass. In the morning it emits perfume, at night it disappears… Home is a light course for the fraternity that we will enjoy in eternal life. Natural sufferings and conflicts in your circle are lessons.
Simão’s mother-in-law listened attentively and pondered:

— Lord, there are creatures, however, that fight and suffer; however, they never learn.
Christ fixed his very lucid eyes on the interlocutor and asked again:
— What do you do with hardened lentils that do not yield to the action of fire?
— Oh! Without a doubt, I throw them on the dunghill, because they would hurt the mouth of the careless and trusting diner.
— The same happens — finished the Master — with the soul rebellious to the edifying suggestions of the home. The common struggle keeps the beneficial boiling; however, when death arrives, the great selector of spiritual food for the barns of Our Father, the hearts that did not yield to the sanctifying heat, remaining in the same hardness, within which they were led to the blessed oven of the flesh, will be thrown out. , in order to remain, for an indefinite period, in the condition of fertilizer, among the detritus of Nature.

Spirit Neio Lúcio, from the book Jesus no Lar, psychographed by Chico Xavier.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.