Caminha

A tarefa com Jesus é semelhante a grande caminhada.

Em plena marcha, compreenderás que o serviço do bem não te permite o luxo do repouso desnecessário.

Os apelos para que te interrompas surgem, habitualmente, de muitos modos.

É o cântico das sereias da antiga imagem literária, induzindo-te a distrações, que te imobilizem no esquecimento.

É a lamentosa alegação de cassandras do pessimismo, inventando fadigas que não sentes, tentando paralisar-te.

São companheiros que se envolvem na trama de intrigas e melindres a te requisitarem para o desequilíbrio.

São amigos que te deixam a sós, receando perder as vantagens que os vinculam a paixões possessivas.

Ouve a consciência que te impele ao dever e não te perturbes.

Seja qual for o convite que te façam para que te detenhas no campo cinzento da inércia, não te prendas a semelhante domínio da sombra.

Serve e caminha.

Emmanuel, do livro Convivência psicografado por Chico Xavier

Por Jose Valim

Meu nome é José Valim, tenho 80 anos, e o meu objetivo é a divulgação da Doutrina Espírita Cristã.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.