Categorias
Espiritualidade

Jesus e atualidade

Hoje, sabe a Física que a luz é uma forma de energia e que todas as coisas criadas são composições energéticas, vibrando em ondas características.
Disse o Cristo: “Brilhe vossa luz.”
Começa a magnetologia a provar cientificamente a reencarnação.
Elucidou o Senhor: “Necessário vos é nascer de novo.”
Conclui a medicina que o homem precisa desembaraçar-se de tudo o que lhe possa constituir motivo à cólera ou tensão, em favor do próprio equilíbrio.
Ensinou Jesus, por fórmula de paz e proteção terapêutica: “Amai os vossos inimigos, fazei bem aos que vos façam mal e orai pelos que vos perseguem e caluniam.”
Afirma a psicanálise que todo desejo reprimido marca a personalidade à feição de recalque.
Aclarou o Divino Mestre: “Não é o que entra na boca do homem o que lhe torna a vida impura, mas o que lhe sai do coração.”
A penalogia transforma os antigos cárceres de tortura em escolas de educação e de reajuste.
Proclamou o Eterno Amigo: “Misericórdia quero e não sacrifício, porque os sãos não necessitam de médico.”
A sociologia preceitua o trabalho para cada um, na comunidade, como simples dever.
Informou Jesus: “Quem dentre vós deseje a posição de maior seja o servo de todos.”
A política de ordem superior exige absoluta independência entre o Estado e as crenças do povo.
Falou o Cristo: “Dai a César o que a César compete, e a Deus o que a Deus pertence.”
A Astronáutica examina o campo físico da Lua e dirige a atenção para a vida material em outros planetas.
Anunciou o Mestre dos mestres: “Na casa de meu Pai há muitas moradas.”
A unidade religiosa caminha gradativamente para o culto da assistência social e da oração, acima dos templos de pedra.
Asseverou o Emissário Sublime: “Nossos antepassados reverenciavam a Deus no alto dos montes, e dizeis agora que Jerusalém é o lugar adequado a isso, mas tempos virão em que os verdadeiros religiosos adorarão a Deus em espírito, porque o Pai procura os que assim o procuram.”
A navegação rápida e a aviação, o telefone e o rádio, o cinema e a televisão, apesar das faixas de sombra espiritual que por enquanto lhes obscurecem os serviços, indicam a todos os povos um só caminho – a fraternidade.
Recomendou o Senhor: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.”
Eis por que a Doutrina Espírita nos reconduz ao Evangelho em sua primitiva simplicidade, porquanto somente assim compreenderemos, ante a imensa evolução científica do homem terrestre, que o Cristo é o Sol Moral do mundo, a brilhar hoje, como brilhava ontem, para brilhar mais intensamente amanhã.

Emmanuel, do livro Religião dos Espíritos psicografado por Chico Xavier

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.