Pergunta espírita

Alegas, por vezes, a impossibilidade de colaborar nas tarefas espíritas, escusando-te à face das dificuldades e senões que ainda carregas.
Entretanto, convenhamos:
se não tens imperfeições a vencer, entre tantos milhões de criaturas humanas ainda imperfeitas;
se não conheceste e nem conheces, intimamente, conflito algum;
se não possuis problemas a resolver;
se não experimentas tentações;
se não atravessas, de quando a quando, amarguras e desenganos;
se não colhes decepções;
se não faceias graves provas;
se não trazes o sinal dessa ou daquela fraqueza, da qual te encontras presentemente na Terra, em processo de cura;
se não observas contigo possíveis tendências menos felizes, – aquelas que nos assinalam as dívidas de existências passadas, – lutando e, às vezes, até chorando por melhorar a ti mesmo que será de ti na construção do Bem?
Referimo-nos a isso, porque o espírita é chamado a fazer luz, em favor de si mesmo e a benefício dos outros, na seara da educação.
E, se nada sofres para aprender, como poderás esclarecer e compreender, ajudar ou ensinar?

Albino Teixeira, do livro Coragem, psicografado por Chico Xavier

Por Jose Valim

Meu nome é José Valim, tenho 80 anos, e o meu objetivo é a divulgação da Doutrina Espírita Cristã.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.