Categorias
Espiritualidade

A luta termina quando a gratidão começa

Ver o post original

“Gratidão transforma o que temos em suficiente.” – Anônimo
Quando as coisas parecem difíceis, é muito fácil perder toda a positividade em meu coração. Mas, ao começar a consultar a vida de maneira mais profunda, começo a encontrar uma quantidade infinita de coisas pelas quais agradecer.
Quando vejo pessoas sem-teto de vez em quando, tendo que dormir nas ruas a noite toda, todas as noites, muitas vezes penso comigo: “Que direito tenho de mostrar minha frustração e reclamar da menor das coisas que me incomodam?”
Vivo em um mundo em que acordo de manhã, respiro normalmente e tenho o coração palpitante. Aproveito hoje e espero que acorde novamente amanhã. Tenho a família mais adorável, os amigos mais incríveis, a comida mais saborosa, que às vezes sinto que consideramos tantas coisas como garantidas, incluindo a mais simples: a própria vida. Esse, não importa como pensamos, é o maior presente que nos é dado. Doenças, pobreza, fome, tempestades e secas levam centenas e milhares de vidas a cada ano, mas temos sorte – ainda conseguimos sobreviver, ainda existimos, ainda somos capazes de sonhar.
Eu moro em um lugar onde o verão fica escaldante, e a chuva às vezes desce. Sinto-me grata por ter um teto sobre a cabeça quando está frio, quente, ventoso ou quando consigo ouvir a chuva batendo forte na minha janela.
Eu consigo suportar os pequenos prazeres da vida. O nascer do sol, o pôr do sol, um passeio tranquilo na natureza, o calor reconfortante do sol no meu rosto …
O problema é que nossos corpos evoluíram nas florestas. Não evoluímos para precisar de algo ‘extra’ para sobreviver. Por que, então, sempre ansiamos por mais? Nossos ancestrais não sobreviveram sem atingir essas necessidades extras? Água, comida e abrigo não eram a única coisa de que precisavam para chegar a outro dia?
Quando penso nas vezes em que me queixei de não ter o suficiente, percebo que há pessoas que nem sequer têm acesso às coisas mais simples.
Assim, mesmo durante esses tempos difíceis, sou tão grato por estar vivo – por estar perto da minha família, cozinhar, assar, jogar jogos de tabuleiro (eu até tenho feito tarefas domésticas!), Que me sinto simplesmente abençoado por estar aqui.

“Gratitude turns what we have into enough.” – Anonymous

When things seem tough, it is so easy for all the positivity to lose its place in my heart. But as I am beginning to consult life in a deeper way, I am starting to find an endless amount of things to be grateful for.

When I see homeless people from time to time, having to sleep on the streets all night, every night, I often think to myself, “What right do I have to show my frustration and complain about the tiniest of things that bother me?”

I live in a world where I get to wake up in the morning, breathe normally, and have a beating heart. I get to enjoy today, and hopefully wake up again tomorrow. I have the loveliest family, the most incredible friends, the yummiest food, that sometimes I feel like we take so many…

Ver o post original 254 mais palavras

5 respostas em “A luta termina quando a gratidão começa”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.