Categorias
Espiritualidade

Batalha

Batalha

Perdoa a mágoa hostil que te consome,
Porque, no centro d’alma dolorida,
Há de travar-se com vigor sem nome,
A batalha que aflige mais que a fome,
Pela sublimação da própria vida.

Chico Xavier/Cármen Cinira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.