Desídia

Desídia

O carro mais reforçado,
A desídia do cocheiro,
Abandona o rumo certo,
Resvala ao despenhadeiro.

No mundo, também é assim;
O homem, na Humanidade,
É o viajor demandando
As luzes da Eternidade.

A experiência é a viagem,
O carro é teu organismo:
Quem descuide o próprio corpo
Precipita-se no abismo.

Casimiro Cunha
Livro Cartilha da Natureza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.