Satélite

Registro da Vida

Não despreze seu corpo.
Um músico não interpreta a melodia, usando instrumento desafinado.
Todos nós, quando encarnados na Terra, somos viajores, no carro do corpo físico.
Para que lado abre você a janela da própria observação? Para o campo ou para o charco? Para o abismo ou para o Céu?
Se uma árvore singela nasce para produzir e auxiliar, porque teria a criatura humana de corporificar-se no mundo, unicamente para férias?
Viver para que?
Para aprendermos a viver bem e a viver para o bem.

André Luiz, psicografia de Chico Xavier

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.