O Pastor

O pastor aproximou-se do Divino Mestre e perguntou:
– Senhor, deste-me o rebanho para guardar. Que farei da ovelha doente, quando não possa seguir-nos?
– Carregarás a ovelha doente, junto de teu próprio coração, poupando-lhe esforço.
– E se a ovelha foge? Como proceder, quando vejo alguma a transviar-se, correndo para os matagais, como se nos detestasse o caminho? Devo deixar o rebanho, a fim de buscá-la?
– Não te aflijas, respondeu-lhe o Senhor: Confia na Divina Providência. Se alguma ovelha fugir, não abandones o rebanho no intuito de procurá-la. Segue com paciência para diante, porque Deus já te concedeu o servidor que a trará de volta.
– Quem, Senhor? Quem fará isto por mim?
O Mestre endereçou a todo o rebanho um sorriso de bênção e rematou:
– Não te esqueças de agradecer a tarefa que Deus reservou ao teu cão.

Chico Xavier/Emmanuel