Segue Adiante

Nos encargos a que te prendes, em muitas ocasiões, sentes a amplitude dos problemas a resolver e o coração se te transborda de lágrimas…
A solidão aparente no íntimo como que exagera a extensão dos obstáculos a transpor.
E medidas no preço alto da dedicação em família, mentalizando as horas gastas em construir e reconstruir afeições que fogem no carro do tempo, largando-se aos ideais que acalentam os dias; refletes nas dificuldades que se renovam, no trabalho tantas vezes encharcado de pranto a que te entregas, atendendo aos deveres assumidos e nos planos alterados, em que sonhaste o melhor para alcançar tão-somente fracasso e recomeço…
Entretanto, ergue-te do chão da tristeza, age no bem que possas fazer e caminha adiante.
Deus em nós é a força da vida e a luz inextinguível.
Corações difíceis a conduzir, calvários domésticos, searas de esperança, oficinas de beneficência e apostolados no bem, são tarefas que a Sabedoria Divina poderia executar claramente sem ti, no entanto, quis Deus a tua cooperação nas obras da sublimação e do progresso, a fim de que venhas a desenvolver nesse esforço as tuas qualidades divinas. Por mais constrangedoras as circunstâncias, serve e segue adiante.
Onde te encontres e como te encontres, recorda que Deus conta contigo, tanto quanto contas com Deus.

Meimei, psicografia de Chico Xavier