Aplicação do Espiritismo

Queridos irmãos, lembremo-nos sempre de que o Espiritismo:
Visto, pode ser somente fenômeno;
Ouvido, pode ser apenas consolação;
Vitorioso, pode ser somente festividade;
Estudado, pode ser apenas escola;
Discutido, pode ser somente sectarismo;
Interpretado, pode ser apenas teoria;
Propagado, pode ser somente movimentação;
Sistematizado, pode ser apenas filosofia;
Observado, pode ser somente ciência;
Meditado, pode ser apenas doutrina;
Sentido, pode ser somente crença.
Não nos esqueçamos porém de que:
Espiritismo aplicado, é Vida Eterna com Eterna Libertação.
A codificação trouxe ao mundo uma chave gloriosa, cuja utilidade se adapta a numerosas portas.
Escolhamos com o Apóstolo, que hoje recordamos, o caminho da aplicação:
TRABALHO, SOLIDARIEDADE, TOLERÂNCIA.
De coração elevado a Jesus, não temos por agora divisa mais nobre a recordar.
Vivei-a na fé consoladora.
Espiritismo é Sol. Brilhai na sua luz.

Emmanuel

Programa Cristão

Aceitar a direção de Jesus.
Consagrar-se ao Evangelho Redentor.
Dominar a si mesmo.
Desenvolver os sentimentos superiores.
Acentuar as qualidades nobres.
Sublimar aspirações e desejos.
Combater as paixões desordenadas no campo íntimo.
Acrisolar a virtude.
Intensificar a cultura, melhorando conhecimentos e aprimorando aptidões.
Iluminar o raciocínio.
Fortalecer a fé.
Dilatar a esperança.
Cultivar o bem.
Semear a verdade.
Renovar o próprio caminho, pavimentando-o com o trabalho digno.
Renunciar ao menor esforço.
Apagar os pretextos que costumam adiar os serviços nobres.
Estender o espírito de serviço, secretariando as próprias realizações.
Realizar a bondade, antes de ensiná-la aos outros.
Concretizar os ideais elevados que norteiam a crença.
Esquecer o perigo no socorro aos semelhantes.
Colocar-se em esfera superior ao plano escuro da maledicência.
Ganhar tempo aproveitando as horas na atividade sadia.
Enfrentar corajosamente os problemas difíceis da experiência humana.
Amparar os ignorantes e os maus.
Auxiliar os doentes e os fracos.
Acender a lâmpada da boa vontade onde haja sombras de incompreensão.
Encontrar nos obstáculos os necessários recursos para a superação de si mesmo.
Perseverar com o bem até o fim da luta..
Situar a reforma de si mesmo em Jesus Cristo, acima de todas as exigências da vida terrestre.

Emmanuel

Oração Fraternal

Irmão nosso, que estás na Terra.
Glorificada seja a tua boa vontade, em favor do Infinito Bem.
Trabalha incessantemente pelo Reino Divino com a tua cooperação espontânea.
Seja atendida a tua aspiração elevada, com esquecimento de todos os caprichos inferiores.
Tanto no Lar da Carne, quanto no Templo do Universo.
O pão nosso de cada dia, que vem do Celeste Celeiro, usa com respeito e divide santamente.
Desculpa nossas faltas para contigo, assim como o eterno Pai tem perdoado nossas dívidas em comum.
Não permitas que a tua existência se perca pela tentação dos maus pensamentos.
Livra-te dos males que procedem do próprio coração.
Porque te pertence, agora, a gloriosa oportunidade de elevação para o reino do poder, da justiça, da paz, da glória e do amor para sempre.

Emmanuel

Chamamentos

pittsburgh-carnegiemuseumofart-the-sea-at-le-havre-1868
“A espiritualidade vitoriosa percorre o mundo, regenerando-lhe as fontes morais, despertando a criatura no quadro realista de suas aquisições. Há chamamentos novos para o homem descrente do século XX, indicando-lhe horizontes mais vastos, a demonstrar-lhe que o Espírito vive acima das civilizações que a guerra transforma ou consome na sua voracidade de dragão multimilenário.”
Emmanuel, 1945
Missionários da Luz
Fonte: Letras Espíritas

Os Quinhentos da Galileia

Os quinhentos da Galileia
Os quinhentos da Galileia

Contou-nos Chico Xavier que, alguns dias após a crucificação de Jesus, das milhares de pessoas que O seguiam, algumas centenas delas combinaram encontrar-se às margens do Mar da Galileia, a fim de amenizarem as saudades de Sua palavra e de Seu convívio. Falava-se vagamente que o Mestre voltaria ao Monte para despedir-se. Apenas quinhentas tiveram a coragem de comparecer. Eram tempos de cruéis perseguições.
Os primeiros astros da noite começaram a brilhar no alto.
Estavam em oração, quando uma luz muito intensa brilhou na amplidão e começou a descer em direção ao cume de pequeno monte, à beira da praia. Logo puderam verificar que era Jesus, o Mestre Divino, que vinha ter com eles, envolto em belíssima luz.
Conversou demoradamente com eles e, quando se despediu, deixou-os cheios de uma coragem até então desconhecida.

Essas centenas de pessoas ficaram, portanto, conhecidas como “Os Quinhentos da Galileia” que fizeram o propósito de trabalhar incessantemente pela humanidade. Elas têm reencarnado nos mais diversos contextos religiosos e políticos do Planeta, ensinando a verdade e abrindo novos caminhos nas artes, na ciência e nas mais variadas religiões da Terra, revelando o desejo do Cristo, que é de amor e fraternidade.

TOPO

Bilhete Fraterno

“Qualquer que vos der a beber um copo d’água em meu nome, em verdade vos digo que não perderá o seu galardão”. JESUS, MATEUS, 9:41
Meu amigo, ninguém te pede a santidade dum dia para outro.
Ninguém reclama de tua alma espetáculos de grandeza.
Todos sabemos que a jornada humana é inçada de sombras e aflições criadas por nós mesmos.
Lembra-te, porém, de que o Céu nos pede solidariedade, compreensão, amor…
Planta uma árvore benfeitora, à beira do caminho.
Escreve algumas frases amigas que consolem o irmão infortunado.
Traça pequenina explicação para a ignorância.
Oferece a roupa que se fez inútil agora ao teu corpo ao companheiro necessitado, que segue à retaguarda.
Divide, sem alarde, as sobras de teu pão com o faminto.
Sorri para os infelizes.
Dá uma prece ao agonizante.
Acende a luz de um bom pensamento para aquele que te precedeu na longa viagem da morte.
Estende o braço à criancinha enferma.
Leva um remédio ou uma flor ao doente.
Improvisa um pouco de entusiasmo para os que trabalham contigo.
Emite uma palavra amorosa e consoladora onde a candeia do bem estiver apagada.
Conduze uma xícara de leite ao recém-nascido que o mundo acolheu sem um berço enfeitado.
Concede alguns minutos de palestra reconfortante ao colega abatido.
O rio é um conjunto de gotas preciosas.
A fraternidade é um sol composto de raios divinos, emitidos por nossa capacidade de amar e servir.
Quantos raios libertaste hoje do astro vivo que é teu próprio ser imortal?
Recorda o Divino mestre que teceu lições inesquecíveis, em torno do vintém de uma viúva pobre, de uma semente de mostarda, de uma dracma perdida…
Faze o bem que puderes.
Ninguém espera que apagues sozinho o incêndio da maldade.
Dá o teu copo de água fria.

Emmanuel

Estás doente?

São Tiago
São Tiago

E a oração da fé salvará o doente e o Senhor o levantará. TIAGO, 5:15.
Todas as criaturas humanas adoecem, todavia, são raras aquelas que cogitam de cura real. Se te encontras enfermo, não acredites que ação medicamentosa, através da boca ou dos poros, te possa restaurar integralmente. O comprimido ajuda, à injeção melhora, entretanto, nunca te esqueças de que os verdadeiros males procedem do coração.
A mente é fonte criadora. A vida, pouco a pouco, plasma em torno de teus passos, aquilo que desejas.
De que vale a medicação exterior, se prossegues, triste, acabrunhado ou insubmisso? De outras vezes, pedes o socorro de médicos humanos ou de benfeitores espirituais mas, em surgindo as melhoras primeiras, abandonas o remédio ou o conselho salutar e voltas aos mesmos abusos que te conduziram à enfermidade. Como regenerar a saúde se perdes longas horas na posição da cólera ou do desânimo? A indignação rara, quando justa e construtiva no interesse geral, é sempre um bem, se sabemos orientá-la em serviços de elevação, contudo, a indignação diária, a propósito de tudo, de todos e de nós mesmos, é um hábito pernicioso, de consequências imprevisíveis.
O desalento, por sua vez, é clima anestesiante que entorpece e destrói.
E que falar da maledicência ou da inutilidade, com as quais despendes tempo valioso e longo em conversação infrutífera, extinguindo as próprias forças? Que gênio milagroso te doará o equilíbrio orgânico, se não sabes calar, nem desculpar, se não ajudas nem compreendes, se não te humilhas para os desígnios superiores, nem procuras harmonia com os homens?
Por mais que se apressem socorristas da Terra e do Plano Espiritual, em teu favor, devoras as próprias energias, vítima imprevidente do Suicídio indireto.
Se estás doente, meu amigo, acima de qualquer medicação, aprende a orar e a entender, a auxiliar e a preparar o coração para a Grande Mudança. Desapega-te de bens transitórios que te foram emprestados pelo Poder Divino, de acordo com a Lei do Uso, e lembra-te de que serás, agora ou depois, reconduzido à Vida Maior, onde encontramos sempre a própria consciência.
Foge à brutalidade. Enriquece os teus fatores de simpatia pessoal pela prática do amor fraterno. Busca a intimidade com a sabedoria, pelo estudo e pela meditação. Não manches teu caminho. Serve sempre. Trabalha na extensão do bem.
Guarda lealdade ao ideal superior que te ilumina o coração e permanece convicto de que se cultivas a oração da fé viva, em todos os teus passos, aqui ou além o Senhor te iluminará.

Emmanuel